100%

[RESUMO] GRANDE EXPEDIENTE 21.10.2015

[RESUMO] GRANDE EXPEDIENTE 21.10.2015
 
VEREADOR KLEBER ROBERTO LOPES – PP
O vereador iniciou sua fala cumprimentando os servidores públicos tem participado das Sessões Ordinárias. Comentou que foi chamado para verificar a situação do Centro Social Urbano. Disse que ficou horrorizado. Grupos de mulheres e de idosos fazem suas reuniões lá. Disse que ficou revoltado, pois não tem água, energia elétrica e o lixo espalhado pelo prédio. Lamentou que a presidente da Fundação Irmã Vera não tomou providencia, e que não convidou alguns grupos de terceira idade para participar da festa do idoso no Centro Cultural. Disse que a Frente de Trabalho é um programa social, não empreguismo. E deve assistir pessoas carentes de nossa cidade. O vereador disse que não tem vereador contra a Frente de Trabalho. O vereador questionou as reuniões feitas pela presidente da Fundação para dizer que tem vereador contra a Frente de Trabalho. Falou que o bairro progresso tem sido prejudicado por obras paradas, como: Caic, Creche Padre Augustinho, Posto de Saúde. Sendo o bairro Progresso um dos bairros mais populosos. Encerrou dizendo que também lamenta que a Secretaria de Saúde vai mudar de mais uma vez de endereço, depois de ter dinheiro publico investido, pois também é preocupante a situação financeira do município para 2016.
 
VEREADOR ORLANDO RODRIGUES – PSD
Iniciou sua fala dizendo que iria contrariar o vereador Kleber, pois o prédio do CSU é de responsabilidade da Educação. Comentou que Reforma Administrativa não pode ser feita a toque de caixa. Disse que é preciso ouvir os servidores efetivos. É preciso enxugar a máquina com a demissão de funcionários que não somam ao serviço publico. Comentou sobre a vida publica do ex-vereador Osvaldo Viana, que também presidiu a Câmara. Leu um histórico breve do homenageado, falecido durante esta semana. Comentou o exemplo de homem publico que foi Osvaldo Viana. Ainda comentou no Grande Expediente sobre a situação de trabalho das pessoas da Frente de Trabalho, tem muitos que estão em situação de escravidão. Muitos chegam para trabalhar sem mesmo tomar o café da manhã. Disse que se for preciso tem que investigar mesmo, pois tem vários trabalhadores que estão espalhados pelas comunidades. Encerrou comentando sobre seu retorno a Câmara.
Foi aparteado pelos vereadores: Vilson Elias Vieira – PSDB, Kleber Roberto Lopes Rosa – PP, Eduardo Carneiro - PP
 
VEREADOR ANDREY PESTANA DE FARIAS – PSD
Iniciou sua fala cumprimentando os servidores municipais presentes na Sessão. Comentou sobre o projeto de Reforma Administrativa. Cortar gastos é demitir funcionários comissionados. Disse que tem certeza que a Reforma Administrativa não passará na Câmara da forma que está. Também questionou a discussão do Plano Municipal de Educação. Comentou sobre as denuncias feita nas redes sociais e na mídia televisiva, porque teve que pagar para fazer de exames de mamografias. E uma das pessoas que denunciou foi ameaçada através de um telefonema. Comentou também sobre a construção do Trevo na SC-436, uma das principais reivindicações desta casa. Disse que a Secretaria de Turismo e o gabinete do prefeito devem dar atenção sobre uma associação do Mar Grosso. Comentou também sobre a liberação de recursos para equipamentos da UTI do hospital de Laguna. Encerrou defendo o projeto de Lei que dispõe sobre a transmissão on line dos processos licitatórios, inclusive utilizando dos equipamentos do Poder Legislativo.

Notícias

Câmara aprova lei que garante auxílio especial para habitação às famílias que serão retiradas da área da CODISC, após decisão judicial  
Câmara aprova lei que garante auxílio especial para habitação às famílias que serão retiradas da área da CODISC, após decisão judicial  


Os vereadores aprovaram, por unanimidade, na noite desta segunda-feira (10), o projeto de Lei n° 030/17 que autoriza a prefeitura de Laguna a conceder o benefício denominado “auxílio especial para habitação”, às famílias afetadas pela decisão judicial de desocupação na “Ação de Reintegração de Posse”,ajuizada pelo governo do estado, na área da Codisc, próximo ao bairro Jardim Juliana.

Câmara aprova lei que garante auxílio especial para habitação às famílias que serão retiradas da área da CODISC, após decisão judicial  
Câmara aprova lei que garante auxílio especial para habitação às famílias que serão retiradas da área da CODISC, após decisão judicial  


Os vereadores aprovaram, por unanimidade, na noite desta segunda-feira (10), o projeto de Lei n° 030/17 que autoriza a prefeitura de Laguna a conceder o benefício denominado “auxílio especial para habitação”, às famílias afetadas pela decisão judicial de desocupação na “Ação de Reintegração de Posse”,ajuizada pelo governo do estado, na área da Codisc, próximo ao bairro Jardim Juliana.