100%

Cassado: Vereadores votam relatório de Comissão Processante e cassam mandato do vereador Tono Laureano

Cassado: Vereadores votam relatório de Comissão Processante e cassam mandato do vereador Tono Laureano


Os vereadores de Laguna estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (29) para votar o relatório da Comissão Processante que apurou denúncias contra o vereador Antonio Cesar da Silva Laureano (MDB).

O vereador Rodrigo Luz de Moraes (PR) – relator – leu relatório, que sugerindo a cassação e perda do mandato de Laureano. O edil processado está preso desde novembro de 2017, na operação “Seival” do Departamento Estadual de Investigação Criminal – Deic.

A defesa de Laureano foi sustentada pelo advogado Luiz Carlos Rovaris, que falou por aproximadamente 1h20.

Em seguida o presidente do parlamento, Cleosmar Fernandes, colocou o relatório em votação.

O relatório favorável a cassação e perda do mandato do vereador foi votado e aprovado por unanimidade. Além de perder o mandato, Antonio Laureano, ficará inelegível por oito anos.
Ao final lida e aprovada a Ata da Sessão.

Nádia Tasso Lima, 1ª suplente, que já ocupa o lugar de Laureano, passa a ser titular da cadeira no parlamento Lagunense.


Votos:
Sim (aprovaram o relatório)
Adilson Paulino – PSD
Cleosmar Fernandes – MDB
Jairo Abílio Mendonça – Progressistas
Nádia Tasso Lima – MDB
Osmar Vieira – PSDB
Patrick Mattos de Oliveira – Progressistas
Peterson Crippa da Silva – Progressistas
Rhomening Rodrigues – PSDB
Rodrigo Moraes – PR
Rogério Medeiros – Progressistas
Thiago Alcides Duarte – MDB
Valdomiro Barbosa de Andrade – MDB
O vereador Kleber Roberto Lopes Rosa estava ausente.
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 29/10/2018 - 22:02:12 por: Sidnei Oliveira - Alterado em: 30/10/2018 - 18:31:13 por: Sidnei Oliveira

Notícias

Presidente nomeia os três integrantes da CPI do Carnaval
Presidente nomeia os três integrantes da CPI do Carnaval

Após à Sessão Ordinária  desta terça-feira (19), o presidente da Câmara, Cleosmar Fernandes,  reunido com o assessor jurídico Juliano Neves Antonio, indicou os parlamentares que irão integrar a Comissão Parlamentar de Inquérito que vai averiguar possíveis irregularidades durante o Carnaval 2019.